Joaquim Figueiredo Magalhães

O fundador da editora Ulisseia, Joaquim Figueiredo Magalhães, morreu ontem aos 92 anos.

A herança editorial que deixa é grande. Desde a sua fundação, em 1948, a Ulisseia traduziu e publicou muitos autores essenciais da literatura mundial, alguns deles nunca antes traduzidos para português. Pela minha parte, devo-lhe uma descoberta em particular: em plena adolescência, foi graças à Ulisseia (e a um amigo que descortinou um livro há muito esgotado) que li Pela Estrada Fora, de Jack Kerouac. Nunca conheci o seu editor português, mas agradeci-lhe a dádiva desde então. Saberão alguns editores que nos marcam a vida de uma forma tão indelével?

One comment

  1. Olá Sara.

    Não sei se ele sabia, mas sei que gostava de pensar que podia ter esse poder. Ele sempre quis publicar o que não deixavam publicar (do impensável ao absurdo, do genial ao mirabolante, do escabroso ao utópico) e que todos esses livros chegassem às mãos de todos. Sempre gostei do brilhozinho dos seus olhos quando se discutia um livro, e sempre gostei das histórias mirabolantes que contava sobre os escritores ou de que maneira conseguiu os direitos e as traduções. Mais que um editor, perdeu-se um contador de histórias. E mesmo nos últimos tempos, apesar de ser difícil perceber o que dizia, nunca perdeu o sorriso matreiro de contar histórias.

    beijinhos

    inês

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s