As Follas Novas de Bolaño

A leitura vai progredindo a bom ritmo, mas não me vou alongar sobre ela aqui. Registo apenas que lá mais para trás, em ‘A Parte de Amalfitano’, uma aparição confirmou a ideia de que o mundo, nosso e dos outros, cabe inteiro dentro de 2666: um livro de Rafael Dieste e a livraria Follas Novas, em Santiago de Compostela. Uma parte do meu mundo, portanto, a empurrar-me para aquela ideia parva e tão tentadora de que os livros extraordinários também são sobre nós, pelo menos quando os lemos.

dieste

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s