Sublinhados XXXVI

On my volcano grows the Grass
A meditative spot –
An acre for a Bird to choose
Would be the General thought –

How red the Fire rocks below–
How insecure the sod
Did I disclose
Would populate with awe my solitude.

——————————-

No meu vulcão a Erva cresce
Lugar de reflexão –
Um Acre escolhido por um Pássaro
Consideração geral –

Que intensa em baixo a Rocha em Fogo –
Que inseguro o torrão
Se o revelasse povoaria
De temor a minha solidão.

Emily Dickinson, Cem Poemas, tradução, posfácio e organização de Ana Luísa Amaral, Relógio d’Água (pg.114-115)

One comment

  1. A tradução de poesia é tão difícil… felizes os que conseguem ler os originais (tenho um projecto de aprender russo antes de morrer só para poder ler Pushkin :)).

    Aqui por exemplo eu leio rocks como verbo e não como substantivo por isso a coisa tem logo outro sentido – eu estava a ver a Emily cheia de lava a borbulhar por dentro e em português soa-me mais a uma caldeira… a ideia vai dar ao mesmo mas por isso é que gosto de edições bilingues: é prazer a dobrar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s