As Fitas de Pessoa

Já lhe conhecíamos o génio poético, a dedicação à astronomia, o interesse por formas poéticas tradicionais e os múltiplos universos dos heterónimos. Agora, é preciso juntar o cinema à lista de feitos de Fernando Pessoa e aproveitar para imaginar o autor, com os óculos redondos e o chapéu que lhe imortalizou a silhueta, de câmara em punho, gritando ‘Acção’. De caminho, há que agradecer a Patricio Ferrari e Cláudia Fischer, os responsáveis pela edição de Argumentos Para Filmes, uma edição da Ática-Babel onde se reúnem seis argumentos assinados por Pessoa, para além de documentos que revelam que o autor tinha projectos de pôr a funcionar uma produtora cinematográfica (a Ecce Film) e uma empresa que poderia substituir a Sociedade de Propaganda Portugal (a Cosmopolis), vários apontamentos críticos sobre o cinema e um posfácio de Fernando Guerreiro sobre a geração de Pessoa e as suas relações com a sétima arte.

O livro é o segundo volume da Nova Série das obras pessoanas, coordenada por Jeronimo Pizarro, e insere-se no projecto de estudar o espólio de Fernando Pessoa, disponibilizando para leitura os documentos que lá se encontram, mas de um modo criterioso e obedecendo ao rigor filológico que se impõe. Como Patricio Ferrari, co-editor do volume, explicou à Time Out, “não queremos inventar livros a partir do espólio, mas sim disponibilizar os documentos de acordo com os princípios rigorosos da edição crítica e tendo em conta a relação entre a produção do autor e a sua biblioteca pessoal.” A vantagem é óbvia: para além de uma edição que regista os materiais reunidos (imagens incluídas) com todas as formalidades, permitindo estudos posteriores e garantindo o seu valor documental, este volume é também legível para qualquer pessoa menos familiarizada com aparatos críticos e longas notas de rodapé, confirmando que o rigor editorial não tem de ser uma ciência oculta.

O facto de Fernando Pessoa ter escrito argumentos cinematográficos já era conhecido, pelo menos dos investigadores do seu espólio e dos pessoanos mais atentos e francófonos, que terão lido

Courts-Métrages, a edição que Patrick Quillier publicou em França, há quatro anos, com alguns dos argumentos assinados por Pessoa. A novidade desta edição é o levantamento exaustivo dos materiais relacionados com o cinema no espólio do autor e a sua relação, contextualização e crítica. “Acredito, com toda a certeza, que ainda ninguém tinha juntado as peças todas, ou seja, os seis argumentos, a vertente propagandística da Cosmopolis, o logotipo da Ecce Film e o restante material que agora disponibilizamos”, confirma Patricio Ferrari.

Os seis argumentos que agora se publicam, sendo dois deles inéditos, reflectem temas reconhecíveis na obra pessoana, da troca de identidades às viagens em grandes navios onde as personagens procuram preciosidades inexistentes. Em inglês, francês e, parcialmente, português, os argumentos são curtos, mas suficientes para confirmar um interesse do autor pelo cinema que parece contradizer o desprezo assumido na sua correspondência e em algumas notas críticas, materiais igualmente incluídos neste livro. Afinal, quando Pessoa refere o consumo massificado e a falta de dimensão artística e vital no cinema, está a referir-se a um determinado tipo de filmes e não à arte cinematográfica em geral. E depois da leitura de Argumentos Para Filmes, não é difícil imaginá-lo no debate blockbusters versus cinema de autor, como se fosse preciso voltar a dizer que a actualidade de Fernando Pessoa se renova a cada dia, e até nos campos mais inesperados.

Sara Figueiredo Costa
(publicado na Time Out, nº201, Agosto 2011)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s