Alan Hollinghurst, sobre o novo romance

Quase no fim da travessia de seiscentas e muitas páginas de O Filho do Desconhecido (D. Quixote), exploro, finalmente, o blog que a editora portuguesa lhe dedica e descubro algumas respostas do autor sobre a escrita do romance. Aqui ficam:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s