A Torre de Vigia

Ana María Matute 
A Torre de Vigia
Planeta
Tradução de Sérgio Coelho

Apresentada como a primeira parte de uma trilogia de tema medieval, A Torre de Vigia é, na verdade, um livro perfeitamente autónomo, cuja publicação original remonta ao ano de 1971. A sua integração numa unidade, à qual pertencem igualmente Olvidado Rey Gudú e Aranmanoth, passa mais pelo tema medieval do que pela sequência narrativa.

O percurso do jovem que se tornará cavaleiro, e cujo nome nunca chegamos a conhecer, não é a típica história contemporânea que se socorre de meia dúzia de clichés medievais para criar um sucedâneo de romance de cavalaria. Ao contrário, A Torre de Vigia utiliza sabiamente o registo e os códigos dos romances de cavalaria originais, conferindo-lhes a densidade psicológica que podemos agradecer ao século XX, mas nunca cedendo na linearidade: aqui, não há misticismos de algibeira a quererem espreitar em cada parágrafo e levar a leitura a bom porto exige atenção às palavras e pouca distracção com o colorido das lendas ou dos mistérios celestiais. O resultado é um romance de formação onde a fantasia não é um artifício para entreter, e sim um modo de explorar os abismos que cada um guarda naquilo a que se costuma chamar alma, e onde os fracassos, a cobiça e as dúvidas que assolam cada personagem são retratados com a mesma dureza que os combates sangrentos ou os castigos que ocupam o lugar da justiça. Que tudo se passe na Idade Média, entre cavaleiros e seres monstruosos, só confirma a certeza de que a natureza humana não mudou assim tanto ao longo dos séculos.

Sara Figueiredo Costa
(publicado na Time Out, Nov. 2011)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s