Sugestões de Natal III

Para quem não tem medo de abalar a Consoada com títulos pouco recomendáveis e prosas ainda mais brutais


João Paulo Cuenca, O Único Final Feliz Para Uma História de Amor É Um Acidente, Caminho

Esqueçam o fascínio ocidental pelo Japão do Lost in Translation, onde geishas e pré-adolescentes hi-tech convivem em plena harmonia contrastante. O livro de João Paulo Cuenca anda por esses territórios, sim, mas não é a prosa embasbacada com os contrastes que o alimenta, e sim a consciência do tempo e da sua cruel movimentação em direcção à morte. O contraste, aqui, é entre a satisfação de todos os desejos a qualquer custo e o embate com certezas pouco simpáticas: a de que acabamos sempre por andar em círculos, por mais que queiramos caminhar em frente, e de que o fim é sempre o mesmo e está anunciado há muito. É doloroso, mas com uma prosa destas e um edifício narrativo tão extraordinário, vale a pena atravessar as páginas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s