Sugestões de Natal X

Para os amantes das séries da BBC


Alan Hollinghurst, O Filho do Desconhecido, D. Quixote (tradução de Tânia Ganho)

É um tijolo, não dá jeito nenhum para quem gosta de ler na cama e passeá-lo pelos transportes públicos pode contribuir para a tendinite crónica. Ainda assim, O Filho do Desconhecido é grande pelo que leva escrito, e não exactamente pelo seu tamanho pouco amigável. Do poeta menor do início do século XX até ao escritor frustrado que há-de seguir o seu rasto no início do XXI, o romance de Hollinghurst que quase toda a gente acreditou que ia ganhar o Booker é uma daquelas travessias monumentais sobre o tempo e os seus efeitos, nas personagens, na paisagem e na sociedade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s