Festival Literário da Madeira: Agustina Bessa-Luís

Antecedendo a conferência de abertura, passa no ecrã do Teatro Baltazar Dias a belíssima reportagem de Maria João Costa e Joana Beleza (Rádio Renascença) sobre Agustina Bessa-Luís. Com o tom dado, Inês Pedrosa fala sobre a literatura e a vida de Agustina Bessa-Luís, falando da escrita e contando alguns episódios biográficos (como o modo rocambolesco de encontrar o seu marido, através de um anúncio de jornal cuja resposta terá sido, afinal, escrita por outro, coisa que o marido nunca quis admitir…), e confirmando o quão difícil é separar estas duas vertentes na obra da autora: “Tudo o que Agustina não diz sobre si mesma está escrito nos seus livros”. Depois deste percurso pelos romances e pela biografia, do comentário sobre o trabalho da escrita e da chamada de atenção para os infindáveis pormenores que compõem a obra da autora e que a revelam à luz do abismo da vida, resta esperar que os livros de Agustina Bessa-Luís que se empilham na banca da pequena feira do livro do Festival desapareçam em três tempos.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s