Poesia Incompleta de portas fechadas

As más notícias não querem parar de chegar: agora foi a vez de a Poesia Incompleta fechar as portas. A notícia vem no Público, onde se lê, entre outras coisas, isto:

“Está a respirar-se mal neste país. Este país não é para velhos, nem para novos, nem para os do meio. Estou a pensar emigrar, como sugeriu um ministro qualquer”, afirma ao PÚBLICO [Mário Guerra], num tom irónico que o leva a dizer que vai “doar” os volumes de poesia que sobraram na livraria ao ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.”


(fotografia retirada daqui)

One comment

  1. é uma pena… mais uma. Daqui a 10 anos restará a Bertrand e a Fnac e os livros estarão ainda mais caros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s