Manuel Jorge Marmelo, Somos Todos Um Bocado Ciganos, Quetzal

Discursos sobre a tolerância e o são convívio armados em literatura costumam redundar em maus discursos e má literatura. Coisa bem diferente é a literatura cultivada com rigores discursivos notórios, da sintaxe certeira ao bom uso do calão, atravessada por meia dúzia de questões capazes de acelerarem as meninges e nos deixarem a pensar para lá da narrativa e dos personagens que a povoam. É o caso.

Em Somos Todos um Bocado Ciganos, esses personagens são os integrantes de um circo moribundo, instalado na localidade de Água Comprida e a braços com a queda de um trapezista e a morte de um burro que ocuparão boa parte das indagações do narrador, Júlio, com queda para as sagas detectivescas. De cigano, o circo tem muito pouco, se exceptuarmos a mãe de Júlio e o rapaz acidentado, mas isso não faz qualquer diferença para quem já decidiu que os do circo são ciganos (ou seja, o resto do mundo). E é nesse engano que se joga a narrativa, com Júlio aprendendo o que é ser cigano sem realmente o ser, enquanto se debate com as reacções do seu corpo à proximidade dos corpos femininos e com as dúvidas sobre o lema paterno que lhe diz que a vida de circo é a melhor do mundo. Num gesto que valida o título, o novo romance de Jorge Marmelo assegura que, se o inferno são os outros, os outros somos nós todos. E isto não é moral de pacote, é prosa a confirmar que a literatura, quando nos espelha os gestos e os medos, costuma ser melhor companheira do pensar do que mil discursos bem intencionados.

Sara Figueiredo Costa
(pubicado na Time Out, Maio 2012)

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s