Festival Literário de Castelo Branco: última noite

Depois do discurso do presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco, que fez um balanço muito positivo da primeira edição do Festival, presta-se homenagem a António Salvado. E logo depois anuncia-se a oferta de 250 livros das editoras que apoiaram o Festival à Biblioteca Municipal e às bibliotecas escolares de Castelo Branco. Chamem-lhe marketing, se quiserem, e não deixa de o ser, mas olhando para uma boa parte das lombadas desconfio que os leitores albicastrenses não se aborrecerão com o nome.

Antes da última mesa, há tempo para ouvir a viola beiroa, instrumento pouco conhecido fora destas terras e que tem nas mãos de mestre Alísio e de Miguel Carvalinho dois cultores entusiasmados (e um som belíssimo).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s