Feira do Livro do Porto em risco

feiraporto

Rui Rio, presidente da Câmara Municipal do Porto, não renovou o protocolo com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros que contribuía para a realização da Feira do Livro, pelo que a edição deste ano corre sérios riscos (segundo o Jornal de Notícias, a APEL preparar-se-á para anunciar o cancelamento da Feira do Porto, mas essa informação ainda não foi confirmada).

Enquanto se espera por mais notícias, duas questões para reflexão:

A Feira do Livro será tão pouco importante para o executivo da Câmara do Porto? Sim, estamos em crise, mas o país ainda não parou, de certeza que vamos assistir a meia dúzia de acontecimentos culturais de alguma dimensão patrocinados pela Câmara do Porto ao longo do ano e talvez não fosse mau discutir com os cidadãos, pelo menos os que vivem a Norte, se a Feira do Livro deve ser descartada em primeiro lugar (lembrando os anos de trabalho no campo da promoção da leitura, etc, etc, etc).

A APEL não tem modo de viabilizar uma Feira do Livro sem o dinheiro da Câmara? Não é uma pergunta retórica, é mesmo uma dúvida. É que se o dinheiro não for imprescindível, ou se for houver forma de o angariar junto de outras instâncias, talvez seja difícil o executivo da Câmara do Porto justificar, perante os seus munícipes, que a Feira não acontece porque a CMP decidiu não ceder o espaço público a um acontecimento como este.

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s