Rota das Letras: viagens e passado

20130313-114818.jpg

O painel de ontem à tarde foi dedicado à literatura de viagens e reuniu, na Fundação Rui Cunha, Carlos Vaz Marques, Alexandra Lucas Coelho, Diana Barroqueiro e Joaquim Magalhães de Castro. E o que começou por ser uma conversa sobre o tema proposto, com Carlos Vaz Marques falando da colecção de viagens da Tinta da China, Alexandra Lucas Coelho sobre o seu processo de escrita nos dois livros publicados nessa mesma colecção (Caderno Afegão e Viva México), Diana Barroqueiro sobre o processo de investigação histórica que antecede a sua escrita e Joaquim Magalhães de Castro sobre as suas viagens pelos territórios que registaram a presença portuguesa ao longo dos séculos, transformou-se num debate entusiasmado sobre os descobrimentos (e sobre o uso da própria palavra para referir o período da expansão portuguesa) e sobre o modo como nos relacionamos, hoje, com esse passado. A discussão alastrou à plateia, onde algum saudosismo relativamente ao passado colonial português se manifestou, confrontando-se com uma visão muito diferente do passado e do presente, mais interessada em aceitar a mudança, ajudando a construí-la, do que em viver com os olhos postos no passado. Matéria para aprofundar nos próximos dias, inevitavelmente.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s