Ilídio Matos (1926-2013)

ilidiomatos

A notícia da morte de Ilídio Matos circulou, discreta, há uns dias. No Público de ontem, Luís Miguel Queirós traça o perfil do agente literário que marcou a edição portuguesa das últimas décadas.

(a fotografia é retirada do site do Público)

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s