Dos dias que vão correndo

Seiscentas páginas de um livro para acabar de ler. Uma exposição de banda desenhada de um autor português em processo de construção. Uma longa entrevista, em várias sessões, a meio. A desconfiança de que, nos dias que vivemos, por mais que se trabalhe, nunca será possível uma existência em que se trabalhe um pouco menos, para se trabalhar um pouco melhor, tudo com a justiça e a justeza devidas. É por isto que o blog anda mais lento, mas fiquem descansados os que por aqui passam, a lentidão não é sinónimo de queda.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s