Rota das Letras de portas abertas

O festival literário de Macau teve esta tarde o seu início oficial. Depois da cerimónia de abertura, Murong Xuecun e Francisco José Viegas conversaram sobre “O Poder da Escrita e as Limitações”, moderados por Yao Jing Ming. Ouvir o escritor chinês falar sobre a censura na China e a necessidade de liberdade é um daqueles momentos impagáveis, sobretudo quando estamos aqui mesmo ao lado, com a protecção do ‘um país, dois sistemas’, mas ainda assim num território que não deixa de pertencer à China.

10806296_805367162890227_8034517499186491004_n

Numa nota muito à margem, e sabendo que as coincidências são isso mesmo, não quero deixar de registar o facto de, poucas horas após este debate, toda a cidade de Macau ter ficado sem internet. Já está tudo normalizado, claro, ou não estaria a publicar estas linhas. Tudo em paz, sem teorias da conspiração.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s