Portugal e China: trocar literaturas

Autores chineses traduzidos em Portugal contam-se pelos dedos, e se passarmos aos autores chineses traduzidos directamente da língua original, uma mão é capaz de chegar (e sobrar). Na próxima quarta-feira, o Centro Científico e Cultural de Macau acolhe o 1º Fórum Literário Portugal-China, um encontro entre autores portugueses e chineses, com presença de editores e com organização conjunta da Direcção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e da Associação Chinesa de Escritores. O encontro resulta de uma vontade institucional de aproximar os dois países no que à edição e tradução literárias diz respeito, como se lê na página da DGLAB. Aqui do Cadeirão, faço figas para que este seja o primeiro passo num processo que será longo e trabalhoso, mas que há muito se afigura como urgente, com o tanto que há para ler nos caracteres de quem escreve do outro lado do mundo.

(a notícia que fiz para o Parágrafo, suplemento literário do jornal Ponto Final, de Macau, pode ler-se aqui).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s